About



Height:5' 10 '' (1,79cm)
Bust:(82 cm)
Waist: (59cm)
Hips: (88 cm)
Shoes:6-7(38)
Eyes:Brown
Hair:Brown


Agências:




Entrevista (25/02/2009)

[e]: Drielly, conta um pouquinho da sua história pra gente.

Drielly: Meu nome é Drielly Oliveira tenho 18 anos. Eu sou de Belo Horizonte, comecei a modelar com 16 anos, foi quando eu vim pra São Paulo, que é onde eu moro hoje. Fico entre São Paulo e Paris e essa vida é assim, uma loucura, a gente viaja muito tá sempre fazendo malas, tá sempre em vários lugares diferentes, conhecendo culturas novas.

[e]: O que você mais gosta da profissão?

D: E eu acho que o mais legal é a gente poder conhecer lugares diferentes, conhecer pessoas novas, e fazer coisas que você não tá preparado, que você não sabe o que vai acontecer. Você nunca sabe o dia de amanhã, não tem meio que assim um mês certinho o que a gente vai fazer. É sempre uma experiência nova. Hoje a gente tá aqui, amanhã a gente pode ir pro Rio, pra São Paulo, viajar pra fazer outros trabalhos. Então é muito diferente, assim essa vida.

[e]: Conta pra gente uma dessas histórias da vida de modelo.

D: Bom, teve um trabalho que eu fiz uma vez em Paris e era locação, era na rua e um frio de -5 graus e eu de vestidinho, assim, fazendo uma cara que não tava com frio, era a coleção de verão e vc tá num frio, mas tá otimo, não dá pra expressar isso, mas acontece várias coisas, tá ótimo, tem vezes que o sapato tá muito apertado, você não consegue desfilar, mas na hora que você tá ali na passarela você tem que dar um ar que tá bonito, que você tá conseguindo andar bem, então tem várias coisas que a gente sofre assim, que acontece, a gente tem que dar uma volta por cima assim e não mostrar muito.

[e]: Alguma curiosidade de viver entre idas e vindas?

D: No Japão uma vez, eu já fui pra lá duas vezes, eu adoro o Japão, os japoneses são bem certinhos, dá pra aprender bastante coisas com eles, uma vez a gente tava num desfile e daí tinha uma tenda, a gente atrás da tenda na fila já pra entrar no desfile e começa um terremoto assim, bem fraco, porque lá tem um alarme pra avisar que vai haver terromoto, então esse dia teve um terromoto pequeno e a tenda quase caiu em cima da gente, mas foi só um susto, questão de segundos, depois o desfile começou normal, mas foi um tremendo susto.

[e]: Algum trabalho marcou sua carreira?

D: Eu já fiz bastante trabalho legal, acho que cada trabalho que você faz é importante sim, eu já desfilei lá fora para Alexander Macqueen, já fiz Marie Claire, Elle, eu acho que você vai crescendo e aprendendo com cada trabalho que você faz, mas é importante você crescer também na sua profissão que é o que a gente procura fazer.

[e]: O que você faz no seu tempo livre?

D: Eu pego toco uma gaita, fingo que sopro uma gaita, adoro música, paz, calma, verde, a gente procura estar num lugar bem tranquilo porque a gente tá sempre numa agitação desfile, cidade grande, então quando a gente tem um tempinho, eu procuro sair fora disso.

[e]: Qual o seu maior sonho como modelo?

D: Todo mundo tem sonho, mas o meu assim, que me deixaria realizada na minha carreira é ser fotografada pelo Steve Meisel, pra Vogue Itália, acho que seria assim o meu maior sonho.

[e]: Uma dica para quem tá começando, seria?

D: Bom gente pra quem quer ser modelo não é facil não essa vida, só pra avisar, mas vai com vontade, faz o seu trabalho com amor, faz do jeito certo que vc vai ter um retorno sim.